terça-feira, 15 de agosto de 2017

PF prende “Zé Bonitinho” e outro assessor de Robinson Faria













 Adelson, "Zé Bonitinho", tem prisão temporária (Foto: Web)


 "Bonitinho" e "Zé Bonitinho" estão embaraçados (Foto: Web)

Segundo informações do G1RN, dois assessores do governador Robinson Faria (PSD) foram presos pela Polícia Federal na Operação Anteros, na manhã desta terça-feira (15). Determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ), através do ministro Raul Araújo Filho.

Ambos integram a assessoria de Robinson.
Os presos (prisão temporária, que chega a cinco dias) são Magaly Cristina da Silva e Adelson Freitas dos Reis, o “Zé Bonitinho”. São pessoas da absoluta confiança do governante
Ela teve passagem pela Assembleia Legislativa, quando Robinson Faria foi presidente da Casa.
Sua ligação com o governador vem desde tenra idade, com atividade profissional ligada a grupo empresarial da família do governador.
Quase secretária de governo
Ela chegou a ser sondada para ser titular da pasta da Administração no Governo Robinson, mas não se consumou a sua nomeação.
O pernambucano Adelson Freitas dos Reis é outra pessoa muito próxima a Robinson Faria. Era escriturário do Banco do Estado do RN (BANDERN), objeto de extinção extrajudicial pelo Banco Central nos anos 90, quando foi colocado à disposição da Assembleia Legislativa, com lotação na Procuradoria Geral da Casa.
Foi enquadrado no “cargo efetivo” de Assessor Técnico Legislativo, em 21 de maio de 1996, matricula nº 153.940-0, período em que Robinson Faria presidia a AL. Foi um dos favorecidos por robusto “trem da alegria” nesse poder.
Ele responde a Ação Civil Pública desencadeada pelo Ministério Público do RN (MPRN), em 2008, que pede a nulidade de sua investidura no cargo (veja AQUI).
“Zé Bonitinho” e “Bonitinho”
Na esfera social, ele encarna desde a Copa do Mundo da Alemanha (2006), onde esteve, o personagem humorístico “Zé Bonitinho” (do ator Jorge Loredo, falecido em março de 2015), imagem com a qual é sempre associado no Rio Grande do Norte.
Em 2014, houve quem lançasse seu nome como “balão-de-ensaio” a deputado estadual, pelo PSD.
Daí não passou.
Digamos que tudo não passou, dessa vez, de uma brincadeira inocente.
Delação da Odebrecht

Ironia do destino é que na delação premiada feita por executivos da Construtora Norberto Odebrecht, dentro da “Operação Lava Jato”, Robinson Faria é identificado como “Bonitinho” (veja AQUI).
O filho e deputado federal Fábio Faria (PSD), aparece como “bonitão” e “Garanhão”, na mesma listagem da Odebrecht.
Leia também: PF cumpre mandados de busca e apreensão e prisão no RN AQUI;
Leia também: Dama de Espadas tem relação com operação de hoje no RN AQUI.
.

0 comentários:

Postar um comentário