quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Julianne Faria tem dia estressante em passagem por Mossoró


A primeira-dama do estado e secretária de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SETHAS), Julianne Faria  (PSD), conviveu com pequenos focos de insatisfações e protestos de movimentos organizados do funcionalismo estadual. Foi hoje (quarta-feira, 16), em Mossoró.
No final da manhã, Julianne protagonizou a inauguração do posto avançado da Central do Cidadão no “Shopping Estação”, centro da cidade.
Representou seu marido, o governador Robinson Faria  (PSD), que cancelou desembarque na cidade.
Forças organizadas do Sindicato dos Trabalhadores na Saúde do RN (SINDSAÚDE/RN) a hostilizaram e às demais autoridades presentes, como a prefeita Rosalba Ciarlini (PP), deputada estadual Larissa Rosado (PSB), vereadora Sandra Rosado (PSB), alguns vereadores, entre outras.
Vaias, apitaço e palavras de ordem, além de faixas, foram utilizadas pelos manifestantes.
Julianne (à direita, de azul), inaugurou o Posto Avançado ao lado de políticos locais e da região (Foto: PMM)
Já à tarde, ela visitou o Centro Administrativo Diran Ramos do Amaral, onde está instalada a Central do Cidadão e funciona a rodoviária intermunicipal.
Mais pressão
Verdadeira operação de guerra foi desencadeada antes por servidores terceirizados do estado, para manutenção da estrutura com o mínimo de limpeza. O local há muito tem desejado a desejar em termos de higiene, iluminação etc.
Em sua rápida passagem pelo local, Julianne Faria deparou-se com outro protesto. Servidores da Fundação Estadual da Criança e do Adolescentes (FUNDAC) e Departamento Estadual do Trânsito (DETRAN/RN) cobraram com faixas e palavras de ordem, “cumprimento de acordo judicial”.
Manifestantes aguardaram Julianne no Centro Administrativo com faixa dirigida ao "governador" (Foto: cedida)
Uma das faixas era dirigida ao “Governador”, que tinha agenda marcada para a cidade, mas terminou não comparecendo, devido à forte pressão desde ontem, em Natal, com a “Operação Anteros” (veja AQUI).
Ela chegou a conversar com alguns manifestantes, em tom cordial. Repetiu argumento que o governo tem expressado, para o não-atendimento de entendimentos salariais: o limite prudencial imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
Julianne conversou com manifestantes, ponderando sobre dificuldades do governo em atender pleitos (Foto: cedida)
Julianne Faria não chegou a Mossoró em aeronave do estado. Utilizou carro. Foi entrevistada pontualmente por setores da imprensa nesse ínterim, mas desmarcou outros compromissos.
Funcionamento
A Central do Cidadão funcionará de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h, para emissão de carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho e atendimento do Moradia Cidadã, numa média de 4 mil atendimentos mensais.
O município cedeu seis servidores para garantir o funcionamento da unidade. A ideia de sua implantação surgiu do próprio empreendimento, pertencente ao Grupo Porcino Costa, que cedeu toda a estrutura, mobiliário e equipamentos.
A unidade já existente no Centro Administrativo-Rodoviária, segue com atendimento entre 7 e 13 horas.
Fonte: Carlos Santos

0 comentários:

Postar um comentário