terça-feira, 25 de julho de 2017

Supla afirma ter sofrido bullying por ser filho de políticos

Músico disse que já pensou em se candidatar a um cargo público, mas desconsiderou a ideia

© Reprodução / Youtube Lance!
  Folhapress
O cantor Supla, 51, afirmou que foi vítima de bullying em diversos momentos de sua vida por ser filho da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) e do vereador Eduardo Suplicy (PT-SP).
PUB
"Sempre rola e é complicado porque você responde um pouco por isso. Já escutei de tudo. Precisa ter estrutura", disse Supla ao programa "Face a Face", de Adriane Galisteu, transmitido pela TV "BandNews".
O músico disse que já pensou em se candidatar a um cargo público, mas desconsiderou a ideia. "Consigo fazer política sendo músico e expondo as minhas ideias."

Embora tenha participado da primeira edição do reality show "A Casa dos Artistas" (SBT), em 2001, Supla diz que não gosta de expor sua vida pessoal. "Posto apenas assuntos relacionados aos meus shows. Acho que precisa ter limite", diz o músico.Apesar de ser contrário a exposição, Supla já teve duas edições de um reality show próprio para encontrar uma namorada. "Papito in love" (MTV) teve duas temporadas, exibidas em 2013 e 2015. O programa não trouxe os resultados esperados e o cantor continuou solteiro.
Com 30 anos de carreira, o cantor do hit "Garota de Berlim" é conhecido por seu visual irreverente e também por seu bordão, "Papito". O cantor diz que seu novo álbum, "Diga o Que Você Pensa", é uma crítica às pessoas que se exibem na internet.
"Vida perfeita não existe. Somos humanos e temos momentos tristes e alegres", conta ele. O disco foi lançado em 2016 e é o oitavo trabalho solo do artista.O programa "Face a Face" é exibido sempre às terças, às 22h. (Folhapress)

0 comentários:

Postar um comentário