segunda-feira, 26 de junho de 2017

Médica do RN é homenageada em Mostra Nacional, em Brasília


A cada edição a Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi), promovida pela Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, presta homenagens às personalidades de destaque que fortalecem o Sistema Único de Saúde (SUS). Durante o evento os participantes da Mostra também poderão acompanhar painéis, mostras competitivas e mesas redondas, com discussões atualizadas sobre a vigilância em saúde no País.
Na 15ª edição da Expoepi, que acontece de 27 a 30 de junho, em Brasília, serão homenageados oito especialistas representantes da saúde, por seus trabalhos desenvolvidos ao longo de suas carreiras. Entre os homenageados desta edição está a médica Maria do Carmo Lopes de Melo, selecionada pela notoriedade do trabalho prestado à saúde pública do Rio Grande do Norte e do Brasil, atuando no trabalho de redução da mortalidade materna e infantil, formação, educação continuada e assistência, promovendo a saúde e tornando o SUS cada vez mais forte.
Currículo
Médica graduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com residência em Ginecologia e Obstetrícia; Especialista em Obstetrícia e Ginecologia no Serviço de Residência Médica da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC/UFRN/1971); Mestre em Medicina com área de concentração em Tocoginecologia (UFRN/1998), centralizado em Mortalidade infantil. Atuou como Diretora da Maternidade Escola Januário Cicco e atualmente como professora e médica da UFRN.
Responsável pela criação e coordenação do Ambulatório de Doença Trofoblástica Gestacional (MEJC-UFRN-desde 1999), onde atua até o momento, sempre enfatizando a importância da utilização dos protocolos, habilidade e sensibilidade para a formação e atuação dos profissionais médicos.
Atua também no Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte, integrando o Grupo de Trabalho de Avaliação do Ensino Médico do CRM-RN (2016) e Conselheira Titular do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte, acompanhando e orientando a atuação dos profissionais médicos.
Presidente do Comitê de Luta pela Redução da Mortalidade Materna, Fetal e Infantil pelo Conselho Regional de Medicina, desde 2003, que passou a denominar-se “Comitê Estadual de Luta pela Redução da Mortalidade Materna, Infantil e Fórum Perinatal”, fortalecendo a linha de atenção Perinatal e redução da morbimortalidade materna e infantil no Rio Grande do Norte.
Atua voluntariamente na Secretaria de Estado da Saúde Pública no Rio Grande do Norte (Sesap), desde 2003, na equipe da Saúde da Mulher e integra a equipe de Vigilância de Óbito atuando para a Melhoria do Diagnóstico das Causas de Morte no Brasil do Ministério da Saúde, informações importantes para o planejamento das ações.
Incansável protagonista na redução da mortalidade infantil tanto no meio acadêmico quanto na rede de serviços. Ao longo deste tempo vem dedicando sua vida a esta nobre causa, enquanto profissional da área de ensino, gestora, cidadã, mulher, conselheira e profissional de saúde, circulando em todos os setores e serviços de saúde como aquela médica que defende a vida das mulheres.
Sua atuação e exemplo vem contribuindo para o gradual envolvimento de profissionais com a redução de mortalidade infantil e do avanço hoje constatado no campo da Atenção e da Vigilância de óbitos maternos em nosso Brasil.

Acesse a Postagem Original: http://blogdobg.com.br/#ixzz4l79fte5Y

0 comentários:

Postar um comentário