terça-feira, 7 de março de 2017

ALCAÇUZ: Muro é concluído e barreira de contêineres é retirada


Por interino
Foto: Divulgação
Com 90 metros de extensão por 6,40 metros de altura, e 80 cm de largura, o muro de blocos de concreto para separar duas facções dentro da penitenciária de Estadual de Alcaçuz, no município de Nísia Floresta, na Grande Natal, foi concluído. Nessa segunda-feira (6), os contêineres que faziam a divisão começaram a ser retirados.
O custo da parede, no valor de R$ 794.028, inclui a fabricação, transporte e execução de blocos modulares. Obras na área externa também fazem parte e devem ser concluídas neste fim de semana.
O objetivo do muro de concreto é separar os pavilhões 1, 2 e 3 (ocupados por membros do Sindicato do RN) dos pavilhões 4 e 5 (dominados pelo PCC). A barreira de contêineres tinha sido montada após rebeliões registradas em janeiro, que deixaram pelo menos 26 mortos no presídio.

0 comentários:

Postar um comentário