segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Dupla de Largados e Pelados, programa sucesso do Discovery, fará desafio de sobrevivência no Brasil


Há duas temporadas protagonizando realities de sobrevivência no Discovery, os durões Jeff Zausch e EJ Snyder vão reaparecer na TV como ninguém os viu, além dos mais íntimos: vestidos.
A dupla ficou famosa no programa “Largados e Pelados”, para o qual têm de passar 21 dias em um ambiente selvagem, sem roupas e sem utensílios. Em 14 de fevereiro, reaparecerão paramentados na nona edição do “Desafio em Dose Dupla” –nesse show, cada episódio é filmado ao longo de uma semana em uma paisagem diferente.
Desta vez, dois capítulos foram gravados no Brasil. Zausch e Snyder sobreviveram ao sol incessante da região do Jalapão, no Tocantins, e à neblina de florestas de araucárias, no Paraná.
“O Brasil é um país maravilhoso, mas qualquer lugar perde a beleza em uma situação de sobrevivência. Torna-se hostil e perigoso”, diz Snyder, ex-combatente do exército e o mais grandalhão da dupla.
A descrição é mais ou menos como a única referência que eles tinham do país antes de desembarcar aqui para as gravações: “Ouvimos muitas notícias sobre a crise e o período difícil que vocês estão passando. É o que o noticiário [nos EUA] “, afirma Zayden, emendando um elogio ao espírito “cheio de amor e de paixão pela vida” do povo brasileiro.
Zayden parece ter gostado do Brasil: estaria aqui desde o início de dezembro, quando falou à reportagem no festival de cultura pop Comic Con Experience, em São Paulo. Na ocasião, disse planejar ficar no Rio até o ano novo, fazendo trilhas pela mata.
Em 2016, o “Largados e Pelados”, exibido desde 2013 foi o programa de maior audiência do Discovery no Brasil. O canal também estreou uma produção nacional, o “Desafio Celebridades”, em que propôs a famosos como Fabio Porchat, Diogo Nogueira e Isabeli Fontana passar dois dias perdidos na mata (com um supervisor e um seguro de vida polpudo, é claro).
De onde vem o interesse do público de assistir a humanos em apuros no meio do mato, tendo que se virar para caçar a comida e à míngua até mesmo de água?
Para a dupla, tem um apelo educativo: quem vê, aprende os princípios de construir um abrigo com paus, como pescar sem vara e orientações básicas do que se pode ou não comer na selva.
“Uma situação de sobrevivência pode acontecer com qualquer um a qualquer momento”, alerta Snyder. No caso da dupla, um time de socorristas, além da equipe de filmagem, está sempre a postos para socorrê-los caso corram um risco sério e iminente de morrer. A ajuda, porém, geralmente é ao contrário: “Nós é que costumamos tirá-los de enrascadas. Avisamos: ‘Cuidado, tem uma cobra aí.”
Para o caçador Jeff Zausch, há algo de ancestralidade em quem se detém em shows como o “Largados e Pelados”.
“Todos temos um pouco de instinto de sobrevivência. Nosso antepassados foram os melhores em sobreviver. A pessoas, cada vez mais morando em cidades, estão se reconectando com isso, com o que é preciso para sobreviver”, ele diz.
O que ambos concordam é que se trata de uma metáfora da superação: “A mentalidade [de resistência na selva] se aplica a outros momentos da vida, como novos trabalhos, novos relacionamentos”, resume Snyder.
NA TV
Desafio em Dose Dupla
QUANDO estreia em 14 de fevereiro Largados e Pelados
QUANDO terças, às 21h30
Folha de São Paulo

0 comentários:

Postar um comentário