quinta-feira, 27 de outubro de 2016

TCU identifica irregularidades em 19,5 mil pensões a filhas de servidores

lupadinheiroO Tribunal de Contas da União encontrou indícios de irregularidades envolvendo 19.520 filhas solteiras de servidores públicos federais, maiores de 21 anos, que estariam recebendo pensões por morte bancadas pela União de forma fraudulenta. A lista inclui mulheres que acumulam o benefício com a renda de outras pensões e aposentadorias, de empregos na iniciativa privada e no setor público. Há até casos em que os valores pagos em nome de beneficiárias já falecidos.

0 comentários:

Postar um comentário