quinta-feira, 30 de junho de 2016

Henrique Alves não quer nem ouvir falar de longe em aliança do PMDB com o PSD

O cenário das alianças para as eleições municipais de 2016 aos poucos se desenha no Rio Grande do Norte. Pelo visto, nem o Papa Francisco pedindo de joelhos, o ex-ministro do Turismo abençoará uma provável aliança do PMDB  com o PSD.

Em terras do Santo Casamenteiro, a chapa precocemente costurada entre a ex-prefeita Arli Paiva(PMDB)e o agiota Babau(PSD), anda se esfiapando.

Fontes seguras presenciaram discussões de um odontólogo petista vieirense com um vereador da oposição, dentro do Bar do Zé. Onde o dentista lamentava a perda da vereadora Verônica Rodrigues, do Grupo de Oposição para o Grupo da Situação. Visto que, diante da incerteza da aliança partidária de Arli com Babau, Verônica estaria de Plano B.

A retaliação a aliança dos dois partidos que foram rivais em 2014, tendo o PMDB super poderoso saído derrotado no ringue, começou por Carnaúba dos Dantas, onde o bacurau histórico, Zeca Pantaleão teve o PMDB, partido que presidia no seu município, arrancado de suas mãos por sinalizar uma aliança com o PSD.

O ex-presidente da Câmara Federal, peemedebista histórico, desde o ventre da saudosa Ivone Alves e com mais de 40 anos de vida pública, justificou que o seu PMDB não se aliará, em lugar nenhum, com o PSD do governador.

A novela está só começando! Pois, na palavra de Henrique Alves está difícil de se acreditar. Henrique já fez duas promessas aos líderes políticos da oposição e da situação vieirense:  uma que libera o PMDB para aliar-se com PSD e outra que não libera o PMDB para aliar-se ao PSD. Só Jesus na causa.

Na terra do Jegue Folia, os adeptos do Grupo da Situação estão felizes pelo anúncio da pré-candidatura de Dra Verônica Rodrigues(PRP-44) e Dra Roberta Fernandes(PR-22). Enquanto isso, a oposição planejam o nome de Ozório Neto, para ser o pré-vice de Babau, escanteando Arli e Miguel da Emater.

0 comentários:

Postar um comentário