quinta-feira, 5 de maio de 2016

UFRN submete novos cursos de pós-graduação à aprovação do MEC

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) vai enviar ao Ministério da Educação (MEC) cinco proposições para novas pós-graduações, todas aprovadas na manhã dessa terça-feira, 3, durante a sexta sessão ordinária do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).
Os novos cursos objetos dos documentos que serão analisados pelo MEC são os seguintes: mestrado profissional em Saúde Coletiva, vinculado ao Centro de Ciências da Saúde (CCS), doutorado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, vinculado ao Centro de Tecnologia (CT), doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação Física, vinculado ao Centro de Ciências da Saúde (CCS), mestrado acadêmico em Energia Renováveis e Meio Ambiente, vinculado ao Centro de Tecnologia(CT) e a Escola de Ciências e Tecnologia (EC&T) e, por fim, o mestrado acadêmico em Geografia, vinculado ao Centro de Ensino Superior do Seridó (CERES).
Dentro desse conjunto de propostas, há duas particularidades. A primeira se refere aos dois últimos cursos citados, cuja criação será acompanhada da concepção de novos programas de pós-graduação. A segunda distinção é específica ao curso do CERES: caso seja aprovado, será o primeiro mestrado acadêmico vinculado ao CERES, unidade que já conta com mestrados profissionais em funcionamento.
A proposta de resolução segue agora à Capes para análise. Apenas após a possível aprovação é que a universidade pode divulgar editais para seleção. No mês de abril, a Capes aprovou a criação do mestrado acadêmico em Ensino da Ciência e Matemática e em fevereiro aconteceu a aprovação do doutorado em Serviço Social.
Atualmente a UFRN possui 58 cursos de mestrado acadêmico, 41 de doutorado e 20 de mestrado profissional recomendados ou reconhecidos pela Capes. Somados, os números representam um aumento superior a 60% na oferta de pós-graduação stricto sensu quando comparados aos 74 cursos existentes nesta modalidade no ano de 2009.
Com informações da UFRN

0 comentários:

Postar um comentário