quinta-feira, 19 de maio de 2016

Empréstimo de Val Marchiori será investigado pelo Ministério Público Federal


Val: novo programa da Band e alvo do Ministério Público Federal (Foto: Mario Rodrigues)
Val: novo programa da Band e alvo do Ministério Público Federal (Foto: Mario Rodrigues)
Val Marchiori foi surpreendida na manhã desta quarta (18). Enquanto estava na sede da Band, no Morumbi, em uma reunião sobre a proposta de reality show Hello, Florida, em que mostrará a rotina de compras e trabalho de brasileiros na estado americano, ela soube que foi denunciada pelo Ministério Público Federal. O caso já era investigado pelo Tribunal de Contas da União.
+ Após comentário polêmico, cantora Ludmilla vira as costas para val Marchiori em Angra dos Reis
Segundo Lauro Jardim, em O Globo, a apresentadora e socialite terá de se explicar sobre o financiamento supostamente ilegal obtido no Banco do Brasil, no valor de 2,7 milhões de reais. Esse dinheiro foi utilizado para a compra de caminhões e de um Porsche, carro com o qual Val circula pelas ruas de São Paulo. Em carta, ela diz estar tranquila. “Registro que nada fiz de errado. Todas as minhas atividades, bem como as da empresa Torke, foram e são absolutamente lícitas e regulares”
Em outubro de 2014, o jornal Folha de S.Paulo revelou que a socialite contou com ajuda do Banco do Brasil para conseguir o empréstimo. Em abril de 2013, o BB aprovou empréstimo de 3 milhões de reais à Torke Empreendimento, empresa da socialite registrada em São Paulo. O valor concedido, no entanto, foi de 2,79 milhões de reais. Os recursos, oriundos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), eram subsidiados pelo governo a juros de 4% ao ano, inferior à inflação.

Carta de Val sobre o caso:
Carta assinada pela apresentadora e socialite
Carta assinada pela apresentadora e socialite
TERRAÇO PAULISTA

0 comentários:

Postar um comentário