sábado, 7 de maio de 2016

Chiquinho Scarpa entre o espumante rosé e a política


Chiquinho: lançamento de um espumante (Foto: Raquel Cunha/Folhapress)
Chiquinho: lançamento de um espumante (Foto: Raquel Cunha/Folhapress)
O playboy Chiquinho Scarpa aceitou o convite de Charles Henry Calfat Salém, filho de um amigo, para ser seu parceiro no lançamento do espumante Royal Scarpa. Pela cessão do sobrenome, ganhará uma porcentagem sobre a comercialização do produto, que estará disponível a partir desta semana no esquema de vendas on-line. Feito no Brasil, o rosé tem garrafa importada da Itália e custa 150 reais. Desse total, cerca de 20% ficarão com o conde e 1 real será revertido para a ONG Special Olympics, que cuida de crianças com deficiência intelectual. Entre uma taça e outra, Chiquinho aguarda o chamado do PRB, o partido de Celso Russomanno, ao qual é filiado, para definir se sairá mesmo candidato a vereador nas próximas eleições. “Tenho tempo livre, adoraria trabalhar com política.” Mas ele  impõe uma condição: “Não vou pôr um tostão meu na campanha. A legenda terá de bancar tudo.”
Veja

0 comentários:

Postar um comentário