quinta-feira, 17 de abril de 2014

Fábio Faria faz balanço positivo da semana de votações na Câmara Ao deixar a Câmara, nesta quarta-feira, o deputado Fábio Faria, do PSD do Rio Grande do Norte, fez um balanço positivo da semana em que ocupou a presidência. O presidente em exercício destacou a aprovação do projeto que traz penas mais severas para quem promover “rachas” no trânsito. Ele ressaltou que a proposta tramitava na Casa desde 2007. “Foi muito importante esta semana, que, eu diria, uma semana difícil, porque temos um feriado na sexta-feira, e nós conseguimos atingir o quórum, que era uma dúvida que todos os líderes tinham, mas nós ligamos para todos os gabinetes, fizemos um quórum acima de 270 deputados, e nós chegamos uma pauta consensual”, disse ele. Fábio Faria também comemorou a aprovação de urgência para quatro projetos – um deles o que transforma o Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana em Conselho Nacional dos Direitos Humanos. Com a mudança, o órgão terá mais autonomia e atuação mais abrangente.


fabio barragem
Ao deixar a Câmara, nesta quarta-feira, o deputado Fábio Faria, do PSD do Rio Grande do Norte, fez um balanço positivo da semana em que ocupou a presidência. O presidente em exercício destacou a aprovação do projeto que traz penas mais severas para quem promover “rachas” no trânsito. Ele ressaltou que a proposta tramitava na Casa desde 2007.
Disse  o genro de Silvio Santos: “Foi muito importante esta semana, que, eu diria, uma semana difícil, porque temos um feriado na sexta-feira, e nós conseguimos atingir o quórum, que era uma dúvida que todos os líderes tinham, mas nós ligamos para todos os gabinetes, fizemos um quórum acima de 270 deputados, e nós chegamos uma pauta consensual”.
Fábio Faria também comemorou a aprovação de urgência para quatro projetos – um deles o que transforma o Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana em Conselho Nacional dos Direitos Humanos. Com a mudança, o órgão terá mais autonomia e atuação mais abrangente.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Menino foi dopado e morto com injeção letal no RS, diz suposta cúmplice

Crianças e adolescentes vítimas de violência

O menino Bernardo Uglione Boldrini, 11, foi encontrado morto em um matagal na cidade de Frederico Westphalen (a 447 km de Porto Alegre). O pai do garoto, o médico Leandro Boldrini, a madrasta, a enfermeira Graciele Ugulini, e uma amiga dela, a assistente social Edelvânia Wirganovicz, são suspeitos e foram presos preventivamente. O corpo foi encontrado na segunda-feira (14), enterrado em um matagal. O pai do garoto chegou a registrar um boletim de ocorrência do desaparecimento Leia mais Reprodução
O menino Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos, encontrado morto em um matagal no Rio Grande do Sul, foi assassinado com uma injeção letal. A informação foi dada à polícia de Três Passos, no norte gaúcho, pela assistente social Edelvânia Wirganovicz, suspeita de ser cúmplice da madrasta do garoto no assassinato.
Bernardo foi sepultado nesta manhã (16) no cemitério de Santa Maria, região central do Estado. O enterro foi acompanhado por seus familiares do lado materno. A avó do garoto, Jussara Uglione, de 73 anos, não acompanhou a cerimônia. Em estado de choque, ela foi hospitalizada e permanece em observação.

Edelvânia disse que o crime foi planejado por Graciele Ugolini, casada com o pai de Bernardo, Leandro Boldrini. Elas teriam levado o menino à cidade vizinha de Frederico Westphalen,com a desculpa de comprar uma televisão.
Lá, na casa da assistente social, colocaram barbitúricos no suco que deram ao menino, que adormeceu. Em seguida, Graciele teria preparado uma solução - cujo conteúdo Edelvânia não soube precisar -, que foi aplicada em Bernardo com uma injeção.
A polícia espera os laudos da perícia para determinar que tipo de substância matou Bernardo Boldrini. Os policiais trabalham com a hipótese de ter sido uma dosagem excessiva de analgésico usado em endoscopias, informação que foi repassada aos agentes por uma testemunha. 

  Uma dúvida que paira sobre o caso neste momento é como as mulheres conseguiram fazer sozinhas a cova em que Bernardo estava. O buraco fica às margens de um rio, em um terreno de mato. Além disso, estava com as mulheres a filha de Graciele com Boldrini, uma menina de um ano e três meses.

Boldrini, Graciele e Edelvânia estão presos temporariamente por 30 dias. 
A mãe de Bernardo, Odelaine, morreu em fevereiro de 2010, quando tinha 30 anos. Ela foi encontrada com um tiro na cabeça dentro do consultório de Boldrini. Na época, o médico já trabalhava com a enfermeira Graciele, que, depois da tragédia, se tornou sua mulher.
Com o assassinato de Bernardo, existe a possibilidade de o caso ser reaberto.  Na época, ele foi investigado pela mesma delegada que apura as circunstâncias da morte do menino e foi considerado um caso de suicídio.

Outro lado

Nesta quarta-feira (16), o pai do garoto se disse inocente e que estaria disposto a lutar para provar que não teve participação no crime, segundo um advogado que assumiu provisoriamente o caso.
O advogado Andrigo Rebelato, 36, é primo de Leandro Boldrini. Os dois se reuniram na prisão para discutir detalhes da defesa. Até a manhã de hoje, Graciele ainda não havia constituído advogado.

 Lucas Azevedo
Do UOL, em Porto Alegre

Cantor Bell Marques abre à CARAS sua fazenda no interior da Bahia


Na fazenda Ana Bonita, Bell vibra com a nova fase e celebra a família: sua musa, Aninha, e os filhos, Rafa e Pipo

 É difícil encontrar um espaço na agitada agenda do cantor Bell Marques (62). Mas, quando isso acontece, ele não pensa duas vezes. Com sua Ana Marques (51) e os herdeiros Rafael (26) e Felipe (20), carinhosamente chamados de Rafa e Pipo, da banda Oito7Nove4, segue rumo à sua fazenda, a Ana Bonita, em Cabaçeiras do Paraguaçu, a 158 km de Salvador. Cercado pela natureza, o artista repõe as energias e renova os laços familiares. “Chamamos aqui de oásis do sertão”, destaca Bell, responsável, junto com a amada, por cada detalhe do lugar.

Você pode fazer a casa mais linda, mas se ela não tiver natureza, fica ‘pasteurizada’, ‘dura’. Entretanto, quando a natureza está presente, por mais simples que seja a casa, ela terá uma atmosfera de paz”, atesta ele. “Quase todas as árvores daqui foram plantadas por Bell. Era tudo terra árida”, lembra Aninha.


Junto há mais de 30 anos, o casal faz do local o cenário das lembranças mais doces da família. “É o lugar favorito dos nossos filhos e que abriga uma história bacana de nossas vidas”, diz ela. “Grande parte da minha infância foi aqui, entre a natureza e os animais”, afirma Pipo. “Reunir a família, curtir tudo sem influências do mundo externo é o que mais gosto de fazer”, emenda Rafa. “A família é tudo o que você pode precisar na vida. É a minha alma. Canto, choro, sorrio, sonho a partir da minha família. Ela é o meu olhar”, define Bell, inspirado. Na casa, os 14 quartos, sendo cinco suítes, acolhem amigos e familiares nas festas armadas pelo casal, em especial, na época de São João. “Trazemos um trio de forró ‘pé de serra’ e a festança se estende por alguns dias. É uma grande confraternização que fazemos já há algum tempo”, aponta Bell, cujo sorriso denuncia a alegria e satisfação com a nova fase que se inicia.


Após mais de 30 anos à frente da banda Chiclete com Banana, ele mergulha em desafio solo. “Estou fazendo algo que sempre quis: ser acompanhado por uma big band, com violino, violoncelo, guitarra, além do naipe de metais. Isso é uma novidade na música pop brasileira. O primeiro disco deve sair em junho”, adianta ele, que buscou inspiração no rock inglês dos anos 1980. Apaixonado pelo ofício, Bell também acaba de fundar a Núcleo 55, empresa que vai gerir, além de sua carreira, a dos filhos. “Sou movido a desafios e estou vencendo muitos deles. Ainda tenho muito com o que contribuir com a música baiana e brasileira”, destaca Bell.


Longe dos palcos, ele se rende à rotina e aos encantos da fazenda. Adora observar o pomar carregado de frutas e cria carneiros e galinhas. “Crio por prazer mesmo”, diz ele, enquanto alimenta as aves no seu Galinheiro das Estrelas. “Quando nasce um pintinho, batizo com o nome de pessoas queridas. Temos os galos Bell e Durval Lelys e até o franguinho Michael Jackson, que, quando cisca, parece estar fazendo o moonwalk, o famoso passo do Rei do Pop”, diverte-se o cantor.

Após polêmica, Roberto Carlos desaparece de comercial de carne


 

 Menos de dois meses depois de entrar no ar, o comercial que mostrava o cantor Roberto Carlos, 72, como consumidor de carne foi substituído.


A peça mostrava o "rei" pedindo um bife em um restaurante e causou polêmica porque o músico se declarou vegetariano durante 30 anos —a trilha sonora da peça era a canção "Eu Voltei".

Estima-se que Roberto, que não chega a tocar na carne, tenha recebido R$ 25 milhões para estrelar o filme publicitário.

Pois o comercial já não está mais sendo exibido nos canais brasileiros. Ele foi substituído por três novas peças estreladas por Tony Ramos, garoto-propaganda da marca, na qual permanecem apenas música de Roberto Carlos como som de fundo.

Procurada pelo "F5", a assessoria de imprensa da Friboi afirmou que o comercial saiu do ar no tempo previsto e que é normal que a campanha tenha sido atualizada para não ficar cansativa.

Ressaltou ainda que, apesar de não aparecer fisicamente no vídeo, o cantor continua emprestando sua voz e suas canções para a marca.

Após polêmica, Roberto Carlos desaparece de comercial de carne

Data: quarta-feira, 16 de abril de 2014 | Horário: 01:21

Menos de dois meses depois de entrar no ar, o comercial que mostrava o cantor Roberto Carlos, 72, como consumidor de carne foi substituído.

A peça mostrava o "rei" pedindo um bife em um restaurante e causou polêmica porque o músico se declarou vegetariano durante 30 anos —a trilha sonora da peça era a canção "Eu Voltei".

Estima-se que Roberto, que não chega a tocar na carne, tenha recebido R$ 25 milhões para estrelar o filme publicitário.

Pois o comercial já não está mais sendo exibido nos canais brasileiros. Ele foi substituído por três novas peças estreladas por Tony Ramos, garoto-propaganda da marca, na qual permanecem apenas música de Roberto Carlos como som de fundo.

Procurada pelo "F5", a assessoria de imprensa da Friboi afirmou que o comercial saiu do ar no tempo previsto e que é normal que a campanha tenha sido atualizada para não ficar cansativa.

Ressaltou ainda que, apesar de não aparecer fisicamente no vídeo, o cantor continua emprestando sua voz e suas canções para a marca.
- See more at: http://www.netcina.com.br/2014/04/apos-polemica-roberto-carlos-desaparece.html#sthash.8r1zInW1.dpuf

FLAVIO JOSÉ, dia 26 de Abril no Forró Chapéu de Couro

Reis do brega se reúnem dia 26 de abril em Natal


Dia 26 de abril a Praia Devassa, com uma superestrutura à beira mar, recebe os astros do brega José Orlando, Bartô Galeno, Carlos André e José Ribeiro no evento Brega Beach.

A animação será a partir das 21h. Senhas antecipadas na Natal Carnes – Prudente de Morais. Informações (84) 3606.0404

Milton Nascimento no Teatro Riachuelo, 1º de maio

Divulgação

Um dos mais importantes músicos do cenário brasileiro há mais de 40 anos, Milton Nascimento retorna ao nordeste para duas apresentações da sua mais recente turnê, Uma Travessia, em Natal e Recife. Dia 1º de maio o show acontece no Teatro Riachuelo, em Natal, a partir das 21h.

A turnê é homônima ao primeiro álbum de Milton Nascimento e à primeira música de sucesso do artista, Travessia. A canção ganhou o segundo lugar no Festival Internacional da Canção, em 1967, e lhe rendeu o prêmio de melhor intérprete na ocasião. Foi a partir do festival, quando classificou três musicas de sua autoria (Maria Minha Fé, Travessia e Morro Velho), que Bituca – como é conhecido pelos amigos – despontou no cenário mundial como um dos mais importantes músicos brasileiros de todos os tempos.

Mais uma bebê com patologia rara nasce da mesma mãe no RN; ajude

1422538_1494759664079595_8608386586498697853_n 10257309_1494759677412927_2861293710870664928_nA blogueira, radialista e jornalista Gláucia Lima informa em seu Blog que mais um bebê de patologia rara, da mesma mãe, nasceu recentemente, e se chama Josefina Bakhita. Ela conta que foi informada nesta quarta-feira (16), através da colega de rádio Meiriely Chacon, de que Maricelma (mãe) teve uma gravidez não planejada. Está hoje com 56 dias de vida e mais uma vez contrariando a medicina. Ela está internada no hospital Santa Catarina em Natal e precisa de ajuda.
Para quem não lembra, em seu programa diário na Rádio A Voz do Seridó AM, Gláucia Lima apresentou o caso da pequena Rhuama, um bebê que nasceu com uma patologia rara  na literatura médica. O caso da menina ficou conhecido depois que o pai, Haroldo Lucena Júnior, natural de Serra Negra do Norte e a mãe Maricelma da Silva natural de Caicó-RN, visitaram a emissora para pedir ajuda para a menina.

Rhuama nasceu com apenas 930 gramas e 25 cm, de gestação gemelar no oitavo mês de gestação, com diagnóstico de má formação grave do Sistema Nervoso Central (SNC), e com conseqüente má formação crânio- facial, fenda palatina mínima, e artrogripose de articulações dos quatro membros. O outro bebê do sexo masculino, Ami Matheus,  veio ao mundo sem nenhuma deformação e se mantém saudável até hoje.

Até hoje, a pequena Ruhama necessita de cuidados especiais, pois se alimenta por chuca com leite de vaca, acompanhado de suplementos alimentares, a exemplo de Nutriday, iogurte e outros ingredientes, numa dosagem de 90 ml a cada três horas.
Quem puder e quiser ajudar com dinheiro, pode fazer o depósito pelo Banco do Brasil Agência 2878-9 Conta 36161-5 Variação 51, como também, entrar contato com os pais da menina pelo 9909-2276.
Com informações e fotos cedidas por Gláucia Lima