terça-feira, 24 de janeiro de 2017

WhatsApp agora deixa enviar mensagem sem Internet; veja como

O WhatsApp para iPhone (iOS) recebeu uma atualização que permite enviar mensagens mesmo que o celular não esteja conectado à internet. Antes do recurso, não era possível apertar o botão de enviar a mensagem. Agora, com a novidade, o texto é colocado em espera e enviado quando o smartphone voltar a ter conexão 4G/3G ou Wi-Fi.
O update chegou na última segunda-feira (23) e também trouxe a possibilidade de enviar até 30 fotos de uma só vez e apagar os dados de armazenamento ocupados por um grupo ou conversa, liberando espaço no smartphone. Confira passo a passo aqui
Globo, via Techtudo

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Cresce preocupação com vinho falsificado


Há notícias falsas e obras de arte falsificadas, mas cada vez mais o foco volta-se para a realidade da falsificação de vinhos
Falsificações estão com tudo. Há notícias falsas, obras de arte falsificadas, imitações de bolsas e até sushi falso em Los Angeles. E cada vez mais o foco volta-se para a realidade da falsificação de vinhos.
Há alguns anos, um relatório no jornal francês “Sud Ouest” estimou que 20% dos vinhos podem ser falsificados – um número enorme, que levanta dúvidas entre especialistas. Mas ele também aponta para uma preocupação crescente.
O problema é maior na China, por causa de seu vibrante mercado de vinhos, que deve se tornar um negócio de US$ 69,3 bilhões em 2019, um aumento de 81% em um período de quatro anos.
Em 2016, autoridades italianas confiscaram 9 mil garrafas de Moët Chandon falsificado. Descoberto em um galpão em Pádua, no norte da Itália, o champanhe falsificado custava US$ 375 mil nas lojas. Também estavam escondidas 40 mil etiquetas Moët falsas, que valem quase US$ 2 milhões. A polícia italiana está se tornando especialista em identificar vinhos falsos. Dois anos antes, foram confiscadas 30 mil garrafas de Brunello e Chianti Clássico falsificados em uma batida policial na região central da Itália.
Mas a maioria dos casos notórios de falsificação de vinho envolve garrafas de altíssima qualidade, e o homem por trás das fraudes mais caras recebe cada vez mais atenção da imprensa.
Em 2014, Rudy Kurniawan foi condenado a 10 anos de prisão por vender a suas vítimas, como o empresário Bill Koch, mais de US$ 20 milhões em vinhos falsos – Koch agora combate diretamente a falsificação de vinhos.
Kurniawan, segundo informantes, transformou uma cozinha em uma fábrica de vinhos falsos, enchendo garrafas que ele bebia em restaurantes. Ele pedia para ficar com as garrafas vazias para guardá-las como troféu. Entre os alertas que o delataram: colecionadores informaram que garrafas que eles só haviam visto uma ou duas vezes na vida – um Romanée-Conti de 1959, por exemplo – abundavam no mercado.
O escritor Mark Oldman, cujo livro mais recente é “How to Drink Like a Billionaire”, vem estudando o fenômeno. Oldman está obcecado com a intersecção entre vinhos e crimes. Ele comprou garrafas de prestígio no leilão dos ativos de Bernard Madoff (preso desde 2009 por fraude financeira).
Oldman direcionou suas atenções para Kurniawan: “Fui para a audiência de condenação dele, só por diversão”, disse Oldman. “No glossário de jargões de meu livro, incluí o termo ‘vinho de Rudy’ porque ele faz parte do assunto. Até mesmo antes de essa fraude ser desmascarada, ele era conhecido como ‘Dr. Conti’.” Oldman dedicou um espaço em seu apartamento, apelidado de “Quarto do Crime”, para abrigar garrafas vazias de adegas de prestígio, como Jayer e La Tâche (só de La Tâche 1996, ele tem 30 garrafas vazias).
Ele estima ter cerca de 90 unidades que seriam valiosas nas mãos de alguém com intenções criminosas – em uma estimativa conservadora, elas valem US$ 300 cada no mercado ilegal. Falsificadores, atenção: elas estão protegidas por câmeras Dropcam e sensores de movimento de qualquer um que se sinta tentado.
Valor

Zezé Di Camargo revela que já contratou detetive para investigar Graciele, sua atual namorada


Zezé Di Camargo voltou a fazer declarações polêmicas sobre sua família. Em entrevista à revista Veja desta semana, o cantor sertanejo revelou que já contratou um detetive para saber quem era Graciele Lacerda, a mulher por quem tinha se apaixonado, sua atual namorada.
“Queria saber mais sobre a pessoa por quem eu tinha me apaixonado. E, como não morávamos na mesma cidade (Zezé vive em Barueri e Graciele é de Vitória), achei que seria uma boa solução. Mas, ao conhecer Graciele, no tempo em que era dançarina de um grupo de música country, já percebi que ela era uma menina honesta. Demorei oito meses para dar um beijo nela e dois anos para chegar às vias de fato”, disse.

Zezé também falou sobre a ex-mulher, Zilu, e admitiu que a traiu várias vezes ao longo do casamento.
“Antigamente, quando me perguntavam isso (se ele traiu ou não Zilu), eu dizia: ‘Se eu traí, não vou lhe contar. Se falar que não traí, você não vai acreditar’. Mas, sim, tive outros relacionamentos. Quando ‘É o Amor’, entrou no topo das paradas, todas as mulheres com quem sonhei passaram a dar bola pra mim. E, é claro, saí com algumas delas. Agora, esse tipo de revelação só confirma a força da Zilu. Porque, apesar de ter tido esses relacionametnos, eu nunca saí de casa. E não saí porque eu sabia que ela é uma grande mulher”, bradou.
O irmão de Luciano ainda relembrou como foi o anúncio de sua separação e disse que Zilu se deu muito bem ao ter se casado com ele: “Fazia dois anos que eu não tinha mais nenhum relacionamento íntimo com Zilu. Um, dia, em São José do Rio Preto, ela apareceu ao lado de um suposto namorado numa capa de jornal. Então, numa entrevista, uma repórter perguntou se eu não sentia ciúme da minha mulher. Não aguentei e anunciei a separação. O anúncio foi seguido de notícias falsas e tentativas de me transformar em vilão. No fim das contas, eu a livrei de uma fria: o cara com quem a Zilu terminou o noivado para ficar comigo hoje em dia vende coxinha em Goiânia”.
Fonte: Na Telinha UOL

Detran/RN leiloa 600 motos “cinquentinhas” nesta sexta-feira

Resultado de imagem para Detran/RN leiloa 600 motos “cinquentinhas” nesta sexta-feira

O Detran/RN leiloa nesta sexta-feira (27) 153 lotes de ciclomotores. Serão aproximadamente 600 motos “cinquentinhas”, sendo 100 em situação de circulação e 500 para sucata. O leilão acontece às 10h, no Auditório da Escola de Governo, no Centro Administrativo do Estado, no bairro Lagoa Nova, em Natal.
O Detran/RN leiloa nesta sexta-feira (27) 153 lotes de ciclomotores. Serão aproximadamente 600 motos “cinquentinhas”, sendo 100 em situação de circulação e 500 para sucata. O leilão acontece às 10h, no Auditório da Escola de Governo, no Centro Administrativo do Estado, no bairro Lagoa Nova, em Natal.
A visitação às “cinquentinhas” pode ser feita nesta terça (24) e quarta-feira (25), das 8h às 14h, no pátio do Detran em Natal, que fica no cruzamento da Avenida Capitão Mor Gouveia com Rua Bom Pastor, onde funcionava a garagem da Empresa Guanabara.
O leilão funciona de forma online, por meio do site www.lancecertoleiloes.com.br; e de maneira presencial. Para participar do leilão eletrônico, os interessados devem preencher um cadastro no site da Lance Certo Leilões, fornecendo a documentação exigida e passar por uma análise de crédito. As pessoas cadastradas já podem se antecipar e oferecer lances aos veículos. No dia do leilão, serão recebidos os lances de quem estiver presente e também dos participantes que estiverem online e já forem cadastrados no sistema.
Os interessados em comparecer ao leilão presencial, precisam ir ao evento com a documentação exigida e comprovante de residência. Para pessoa física, é necessário apresentar RG e CPF. Já para pessoa jurídica precisa levar o contrato social e o CNPJ da empresa. O pagamento deve ser efetuado em dinheiro ou cheque, da seguinte forma: 20% no ato da arrematação e o restante do valor em depósito ou cheque descontado em até três dias úteis após o leilão.

Fonte:  www.lancecertoleiloes.com.br.

Explosão em hotel do Grupo Silvio Santos deixa cinco pessoas feridas no litoral de São Paulo


Resultado de imagem para Explosão em hotel do Grupo Silvio Santos deixa cinco pessoas feridas no litoral de São PauloDivulgação/Sofitel
Uma explosão atingiu o Hotel Sofitel Jequitimar, no Guarujá, litoral de São Paulo, no início da tarde desta segunda-feira. Segundo o Corpo de Bombeiros, cinco vítimas foram socorridas com ferimentos leves, sendo quatro delas pelas ambulâncias do próprio hotel e outra pelos oficiais.
O hotel fica em frente à Praia de Pernambuco e pertence ao grupo do empresário Silvio Santos. De acordo com os Bombeiros, a explosão ocorreu na cozinha do hotel. Nove viaturas foram enviadas ao local.
O Globo

Romário perde 15 quilos após cirurgia contra diabetes


 
Foto: Reprodução Agência O Globo
Romário já emagreceu 15 quilos em decorrência da cirurgia que fez em dezembro para controlar a diabetes. A perda de peso, no entanto, não o tem preocupado. No sábado, o senador jogou futevôlei normalmente e tirou foto com fãs.
Fonte:Lauro Jardim, O Globo

MARCELINO VIEIRA: Emparn registra chuvas em 39 municípios do RN neste fim de semana

Choveu em 39 municípios do Estado, nos últimos três dias de acordo com a gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Nortex (Emparn).

No Oeste potiguar, choveu mais forte em Encanto, com 12 mm; Pau dos Ferros, com 11 mm; Paraná, 10 mm; e Janduís, 5 mm. Choveu também em Alto do Rodrigues, Ipanguaçu, Rodolfo Fernandes, Apodi, São Rafael e Marcelino Vieira.

Na região Central, choveu em Cruzeta, 13,4 mm; Cerro Corá, 11,4 mm; São José do Seridó, 4,5 mm e Santana do Matos, 3,5 mm. Choveu ainda em Macau e Lagoa Nova.

No Agreste potiguar, choveu em Jundiá, 67 mm; Monte Alegre, 38 mm; Boa Saúde, 37,6 mm; Serrinha, 37,3 mm; São Bento do Trairi, 31,5 mm; Passa e Fica, 29,1 mm; Santo Antônio, 28,6 mm e Ielmo Marinho, 22 mm. Choveu ainda em Bento Fernandes, São Paulo do Potengi, Bom Jesus e Parazinho.
Na região Leste, choveu em Parnamirim, 96,8 mm; em Espírito Santo, 70 mm; Natal, 55,8 mm e Nísia Floresta, 48,3 mm. Choveu ainda em São Gonçalo do Amarante, Extremoz, Baía Formosa, Canguaretama, Ceará-Mirim e Taipu.

Massoterapeuta deixou carta para namorado antes de viajar



Uma briga fez com que o comerciante Rodrigo Silva, de 38 anos, não estivesse a bordo do bimotor PR-SOM que caiu em Paraty, litoral do Rio de Janeiro, na última quinta-feira. Entre as vítimas do trágico acidente estava a sua namorada, Maíra Panas, a mãe dela, Maria Hilda, o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), o empresário Carlos Alberto Filgueiras (dono do avião) e o piloto Osmar Rodrigues.
Incomodado com os boatos maldosos que circularam nas redes sociais de que Maíra fosse acompanhante de luxo, Silva disse a VEJA que ele também havia sido convidado para a viagem. E que só não foi porque se desentendera com Maíra dias antes. “Uma briga salvou a minha vida. Fizemos um ano de namoro na semana da morte dela”.
Um dia antes do acidente aéreo, Maíra escreveu uma carta (veja abaixo) de reconciliação para Rodrigo, que havia saído de casa por causa das discussões. Quando soube das primeiras informações de que ela poderia estar no avião, ele começou a ligar para o celular dela. Depois, correu para o apartamento e encontrou a carta em cima da mesa da sala. “Para lembrarmos daqui alguns meses. Para sempre eu e você. Na tristeza, nos pesares, nas alegrias ou conquistas, precisamos nos lembrar mais, mandar cartas como fazíamos antigamente. Bem vindo à nossa casa, nosso lar, hoje 18/1/201…, é só nosso começo, lindo meu”, dizia o texto.

Rodrigo e Maíra moravam juntos há um ano na Vila Mariana, em São Paulo, e tinham planos de montar uma clínica de massoterapia — ela estava no segundo semestre do curso de fisioterapia. Nos últimos meses, ela conciliava a faculdade com aula de dança para crianças, a venda de sucos detox e as massagens. Atendia a maioria dos clientes em uma sala alugada pelo casal, mas também fazia atendimentos particulares, como no caso de Filgueiras, dono do luxuoso Hotel Emiliano. Segundo Rodrigo, Maíra havia sido a única que conseguira tirar a dor na coluna do empresário.

Veja